quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Caravana em Defesa do Rio São Francisco e Semi-árido - Contra a transposição.


Transposição: um projeto incoerente

De 19 de agosto a 1o de setembro, um grupo de conhecedores do São Francisco e do Semi-árido percorrerá onze capitais brasileiras para denunciar as incoerências do projeto do Governo Federal de transpor as águas do Velho Chico. O grupo alerta que a transposição não matará a sede dos que mais sofrem com a seca - a população difusa, argumento em nome do qual o Governo insiste em uma obra que envolve impactos ambientais, econômicos, políticos e sociais.

A Caravana em defesa do São Francisco e do Semi-árido contra a Transposição é composta por doze pessoas, entre especialistas e representantes de movimentos sociais. A jornada, que terá início em Belo Horizonte, no dia 19 de agosto, promoverá debates em Universidades, coletivas de imprensa e visitas aos governadores dos estados. Durante a Caravana, será distribuída a publicação Transposição - Águas da Ilusão, que reúne os principais argumentos contrários ao projeto do Governo.

roteiro da caravana:

DATA LOCAL

19/08 - Belo Horizonte
- Chegada dos convidados à Belo Horizonte.

- Participação na 11ª Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais.

20/08 - Belo Horizonte

21/08 - Rio de Janeiro

22/08 - Brasília

23/08 - São Paulo

24/08 - Natal

25/08 - Mossoró

26/08 - Fortaleza

27/08 - Fortaleza

28/08 - Recife

29/08 - João Pessoa

30/08 - Salvador

31/08 - Aracaju

01/09 - Maceió

Participantes da Caravana:

Dom Frei Luiz Cappio

Técnicos e Especialistas:

Prof. Apolo Heringer Lisboa - Universidade Federal de Minas Gerais /Coordenador Geral do Projeto Manuelzão/ Presidente do CBH Velhas / Minas Gerais
Prof. João Abner - Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Prof. João Suassuna - Fundação Joaquim Nabuco / Recife
Dr. Luciano Marçal - Engenheiro Agrônomo, secretário executivo Articulação do Semi-Árido (ASA) / Recife

Movimentos sociais e de defesa do meio ambiente:

Dr. Ruben Siqueira - Fórum em Defesa do São Francisco – Comissão Pastoral da Terra / Bahia
Soraya Vanini Tupinambá - Frente Cearense por uma nova cultura da Água e contra a transposição das águas do Rio São Francisco / Ceará

Comunidades tradicionais:

Antônio Gomes dos Santos - Toinho Pescador / Alagoas
Marcos Sabaru – Povo Timgui-Botó / Alagoas

Jornalista:

Washington Novaes

Um comentário:

Fabíola Tiné Brasileiro disse...

Louvem-se todas as tentativas de esclarecimento à população e até aos gestores, do que significa esta transposição. É indispensável que se tome consciência desta medida, suas causas e consequências. Um rio que há tempo banha, alimenta e conduz não pode ser esgotado por capricho ou deixar de ser por falta de conhecimento. Queremos saber o por quê de tanta polêmica, o que existe de política e de ambientalismo neste projeto, enfim , o que siginificará, verdadeiramente, a transposição do Rio São Francisco.